Toda mulher deveria ter uma estratégia de marketing pessoal, marketing para a vida.

Foi assim que nasceu a Mulher Tempo. É preciso ser uma heroína para vencer. É preciso ter poderes para lidar com tantas esferas e não se descontrolar, não se desequilibrar. Aí você pensa: “mas eu me descontrolo”! Bem-vinda ao time. Mulher não tem sangue de barata. Mulher é movida pela emoção, por mais que ela tente esconder. O que quero fazer com você é tentar racionalizar ao máximo para que você possa ter seus momentos de louca sem tanto prejuízo para você, seu relacionamento ou sua carreira.

Uma boa estratégia de marketing começa com três importantes definições. Atenção: SEM ELAS NÃO SIGA ADIANTE.

  1. Missão: descubra o que faz você se mover, o que tira você da cama, de onde vem sua motivação, o que te realiza.
  2. Visão: descubra onde e como você quer estar em cinco anos, como você quer estar quando estiver na terceira idade, como você quer que as pessoas te vejam.
  3. Valores: é o que norteia a sua decisão. É praticamente a sua consciência. Sabe aquela paradinha que você dá antes de agir? Isso mesmo!

Você pode levar muito tempo para descobrir e ratificar os itens acima. É importante escrever, refletir e também ouvir outras pessoas, até mesmo homens . Em seguida trace um objetivo. Trace mais de um objetivo. Você pode ter um objetivo pessoal (fazer uma viagem pela Ásia, ter um filho) e um objetivo profissional (abrir um negócio, mudar de emprego). Eles não podem se anular. Fora isso, risque à vontade, pois nada que você faça pensando em você está errado. O que pode acontecer é demorar mais ou menos para atingir. Depois disso começa a ficar interessante: METAS.

As metas são importantes para chegar ao alvo (objetivo) de forma mais controlada e com menos dor. Quando aprendemos a andar é um passo de cada vez. Não mudou. Tive um professor na FGV que fazia uma analogia muito interessante. O objetivo era o Gorila e ele dizia que para atingi-lo você deveria fatiar o gorila em vários macaquinhos. Tecnicamente falando são as microações. E todas, todas elas com data e quantidade.

Exemplo: Se meu objetivo é viajar com minha família para a Europa em julho de 2017. Sei que preciso de algumas ações, porém isso envolve grana. Faço uma cotação já e descubro que vou precisar de 20 mil reais. Assim é muito, mas 2.000 por mês não. Que tal fazer uma aplicação? Onde posso tirar para economizar? E assim você vai seguindo. Se em um mês você passar da meta, calibre para o outro mês, mas já vou avisando que sem disciplina você não alcança nada.

Você precisa ter um documento bem elaborado, impresso e encapado. Fora isso é preciso estar e se manter atualizada com as notícias, cuidar muito bem da sua aparência (saúde, pele, cabelos, unhas), demonstrar pelos seus atos aquilo que você realmente é.

Poucas são as pessoas que alcançam o sucesso sem suor e ninguém nasce pronto. Uma profissional vai formando suas opiniões a partir das influências que sofre do mundo interno e externo.

Eu atuava em um mercado que precisava me vestir muito bem. Sempre maquiada, cabelos bem tratados e roupas/sapatos conservados. Como publicitária, visitava muitos clientes na rua. Portanto tinha um nécessaire contendo maquiagem, kit dental, lenço umedecido, absorventes e claro, uma meia fina de reserva! Isso foi a minha querida mamãe quem me ensinou. Ela dizia que meias finas eram descartáveis e estava muito certa.

Com o tempo a gente vai ficando mais crítica e passa a aceitar menos a opinião dos outros ou até mesmo faz uma “reforma” nela. Minha mãe dizia que o certo era vestir a calcinha por cima da meia. Segundo ela, era a única forma de manter uma meia no lugar.

Lá pelos meus 19 anos eu ainda era rebelde e achei que poderia mudar alguma coisa no conselho dela. Quando coloquei a meia com a calcinha por cima tive um desconforto muito grande com a costura da meia, lá na… Bem, você sabe onde. Lembro-me que liguei para ela dizendo que ela estava muito errada. Então ela me disse para colocar outra calcinha por baixo. Desliguei o telefone em estado de choque. Como assim vou ter que lavar duas calcinhas hoje?

Coloquei minha cabeça para funcionar e tchãããnnnn matei a charada. Tem uma coisa que pode ser colocada no lugar da calcinha: CAREFREE! Obviamente eu tinha um no meu nécessaire. Fui até o toalete e grudei o sujeito bem na costura da meia. Senti o conforto imediatamente. Depois puxei a calcinha e ficou tudo perfeito.

MKTPessoal_MulherTempoNaquele dia eu estava usando um tailleur de saia curta cor pérola, meia fina natural, escarpim e bolsa crus. No fim do dia estava indo embora para casa e conforme eu desfilava sentia alguma coisa estranha que eu não conseguia identificar bem. Quando olhei para as minhas pernas encontrei o meu CAREFREE no meio do joelho, na parte interna. Não tinha para onde correr. Fui andando até as barcas abrindo somente a parte de baixo das pernas como se estivesse muito apertada. Era o melhor do pior. Enfim, fui ao banheiro e joguei fora a meia.