Mulher Tempo

Precisamos de um dia com mais que 24 horas.

Ctrl C + Ctrl V

Vida de gêmeos é bastante atribulada…

Especialmente se ao menos um deles gosta de zoeira. Ser gêmea univitelina, idêntica, cara de uma/fuça da outra é bem legal. Tem o lado ruim, como tudo na vida, mas ter a Deisinha como irmã é uma aventura.

Até hoje a ciência não explicou o fenômeno da divisão do óvulo e do espermatozóide que se transforma em duas crianças, são os gêmeos univitelinos ou monozigóticos. Gêmeos bivitelinos ou dizigóticos nada mais são do que irmãos nascidos no mesmo dia. São sempre diferentes e a grande graça da coisa é ser igual.

Claro que as mães de gêmeos deveriam fazer um curso COM GÊMEOS antes de parir alguns pares. O ponto de partida é o nome. Pensa comigo, os pirralhos já nascem iguais. Precisa ter nome igual? Claudia e Cleide. Neuza e Neide. O clássico Deise e Denise – meu caso – graças à sábia interferência do meu pai, se não seria Jane e Janete, onde eu seria a Janete.

Os pais precisam entender que é necessário que os gêmeos sintam que têm personalidade distinta. É preciso estimular esta diferença, já que o resto é igual. Gêmeo é fonte de comparação legítima. Vai ter sempre um idiota que vai perguntar: quem é a mais inteligente? Quem é a mais bonita? Troféu inconveniente para o bacana que faz essa pergunta estúpida.

Outro ponto inegociável: POR QUE POR ROUPA IGUAL? A ideia é deixar mais bizarro do que parece? Mães, nós já somos parecidos, têm que deixar a gente igual? Você é a Deise ou a Denise? Que tal te chamar de Deisenise aí não vou errar nunca?gemeas1

Por fim, mas não menos importante, a vida social. Gêmeos “costumam” ter gostos parecidos. Não raro se dão bem com as mesmas pessoas. Por isso é muito, muito, muito importante deixar em salas de escola diferentes. Amizades, ritmo e dificuldade. Nada disso precisa ficar exposto para a turma. Se já existe comparação entre colegas, que dirá entre gêmeos.

Eu e minha irmã temos nomes parecidos, usávamos as mesmas roupas e fomos da mesma sala. Minha mãe achava que a gente ia ficar doente se nos separasse. Bobagem! A ligação que temos é muito forte. É quase doente…. Nosso elo é mais forte do que com um irmão de outra idade. É tudo mais intenso, inclusive as brigas.

Porém, na adolescência a gente já tinha liberdade para escolher nossas roupas, amigos e namorados. Graças a Deus o nosso gosto é super diferente. Ela gosta de gordinhos, eu não! Sei que muitos que estão lendo este texto e conhece uma ou outra pode até dizer/pensar: “mas elas não são tão parecidas assim! ” Se você nos conheceu separadamente pode achar isso, mas deixa colocar uma do lado da outra. Nossos filhos já nos confundiram: “mãe, é você ou a tia Deise? “ Claro que eu não respondia. Adorava a expressão de desespero no rostinho do meu filho (ô dó!).

Um belo dia nós estávamos no clube e tínhamos uns 16 anos. Naquela época namorávamos dois primos. O Guto e o Nilo. Toda hora eles ficavam falando que as pessoas que nos confundiam eram ridículas.

Imagina, uma tem os dentes mais branquinhos, a outra tem o cabelo maior, a primeira tem uma pinta a mais, a outra tem brinco vermelho, o pé desta é mais magrinho…

Aquele papo estava muito irritante. Eu olhei para ela e ela leu meu pensamento. Alguns minutos depois da chatice fomos para o banheiro juntas. Lá trocamos os biquínis e voltamos tranquilamente para a mesa. Não sei quantas horas depois, o Guto ou o Nilo, sei lá, foi beijar a Deise ou eu, sei lá, e as duas gritaram: “NÃO É ELA, SOU EU! ”

Sabe cara de nojo? Pois é, foi a cara dos dois priminhos mimados que foram contrariados. Eles terminaram com a gente no mesmo dia, mas valeu a piada!

Perguntas que JAMAIS devem ser feitas gêmeos:

gemeas2– Você já se confundiu com sua irmã?

– Se eu bater nela você sente?

– Vocês são gêmeas? (Não, somos vizinhas!)

– Qual de vocês é a gêmea má?

– Você é a xerox ou a original?

 

E não, nós nunca fizemos ménage…

 

 

Denise Capece para www.mulhertempo.com.br

 

 

 

 

 

 

Anteriores

Jantar Rápido da Mulher Tempo

Próximo

Há Vagas

2 Comentários

  1. Ricardo Palermo

    Não sei porque mas não consigo achar vocês tão parecidas assim.

    • mulhertempo.com.br

      Querido Ricardo

      Você foi meu namorado e o nome Guto/Nilo não foi fictício, ou seja, não era você…
      Beijo

Deixe uma resposta

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén

Gostou do Blog? Compartilhe!