O dia da água é comemorado por quem não gosta de água?

A água é algo que não poderia ter qualquer tipo de objeção. Ela não tem cheiro, não tem sabor… por que tanta gente implica com ela?

Se tem coisa que eu falo aqui em casa é: vai tomar banho, vai escovar os dentes e bebe água. Você reparou que todos têm em comum a água?  Ainda bem que quando crescemos a maior objeção é para beber água. Se bem que tem adulto aí, que só por Deus!

Dicas úteis para quem não é chegado a escovar os dentes depois das refeições e teme o mau hálito: beba bastante água! Seeeeeee, isto não for seu problema! A outra dica serve para descobrir se você está com mau hálito. Esconda-se das pessoas, coloque toda a sua língua para fora e encoste o pulso na parte mais profunda dela. Conte até 10 e cheire o pulso. O que sentir é exatamente o que as pessoas vão sentir quando você falar! Porém, o melhor mesmo é escovar os dentes após as refeições e a cada seis meses visitar o dentista para fazer uma limpeza profissional!

Beba água

Já tomar água é uma polêmica. Já ouvi/li de tudo. Beba muito, não beba muito, misture com limão, beba água morna, nunca beba gelada, água gelada emagrece, nos dois litros que temos que beber vale suco, não vale suco só água… será que vocês poderiam chegar a um consenso? Por via das dúvidas, tomo logo cedo um copo. Gelado e sem limão. Tento me lembrar de tomar um antes do almoço e jantar, um no meio da tarde e durante os treinos, só que esses são fáceis. Quando está frio eu quase não bebo água, mas incremento com chá.

Agora, para falar de banho a coisa fica mais complicada. Porque se você não está convencido de que tem que tomar, não há nada que eu possa falar. Sei lá, é bom porque tira as “cracas”? Você vai ficar cheiroso? Meu, parece que o cara que não curte banho gosta de sujeira e não se incomoda com o cheiro que exala.

Não me conformo com pessoas que não cuidam da higiene. Fui assistir A Bela e A Fera com minha filha. Penúltima fila, assentos 12 e 13 – filé mignon. Quem sentou do meu lado? Um cara que fedia tanto que eu não conseguia respirar direito. Afff, fui para lateral do cinema. Não tinha poluição.

Acontece que crianças têm problema com banho. Um dia vou fazer uma pesquisa profunda sobre o tema. Tenho muita curiosidade em saber porque eles tentam nos enrolar quando mandamos tomar banho. Aqui em casa houve 100% de adesão a esse movimento. Só que quem caprichou mais foi minha princesa, a caçula. Ela é – de longe – a mais atrevida.

A farsa

Era de noite e eu a mandei tomar banho. Ela voltou depois de um bom tempo. Olhei para ela e meu botão do sexto sentido apitou. Perguntei se ela tinha tomado banho. Insisti: “tomou mesmo”? Ela confirmou me encarando. Por que seu cabelo está seco? Ela me disse que decidiu não lavar. Cheguei perto dela e dei uma cafungada. Não estava ruim o cheiro, mas tinha algo errado. Aí fui até o banheiro dela. No caminho fiz a velha ameaça: “prefiro que me diga a verdade antes que eu chegue no seu banheiro”. Ela manteve a farsa.

Chegando lá vi a toalha no chão (como sempre), o box molhado e a cara dela ótima. Tinha que ter alguma pista. Pensei, se ela não lavou os cabelos, o sabonete ela usou. Ahááááá estava seco! Saí do box para descobrir o resto da farsa. Fui abrindo tudo até que abri a lixeira. Ela estava lotada de lencinhos umedecidos. Mais um mistério desvendado!

Minha conclusão é que conforme vamos tendo filhos, eles vêm com mais recursos para nos enganar.

Em tempo, quem a conhece pessoalmente não adianta sacanear. Ela não faz mais isso. Agora tenho que brigar para sair!

 

Denise Capece para Mulher Tempo