Mulher Tempo

Precisamos de um dia com mais que 24 horas.

Categoria: Assistente do Lar

O que eu faço para o jantar? Dá uma ideia…

O maior problema da cozinha: o que eu faço para o jantar (ou almoço)? Você até tem disposição e conhecimento para fazer qualquer coisa, mas o quê?

Numa vã tentativa de facilitar as coisas, você decide perguntar para a família. O que você quer comer hoje? As respostas são ótimas: “como qualquer coisa”, “você que sabe”, “ah, sei lá”. E isso te ajuda muito, né?

Há dois anos eu dispensei minha mensalista e ela cozinhava. De início foi um choque e confesso que demorei a assimilar. De repente, tudo está uma bagunça. Você até tenta melhorar, mas contamos com alguns inimigos para ter a vida mais organizada, eu os chamo de “tomadores de tempo”:

– Internet (Whats, Face, etc)

– Telefone e outras interrupções

– Procrastinação

Não posso me aprofundar nesse assunto hoje, porque o meu foco é a falta de respostas para a pergunta: o que eu faço para o jantar?

Em primeiro lugar, você tem que ter um planejamento (ele de novo!).

Consegui chegar em uma fórmula que está dando muito certo aqui em casa.

Segunda-feira

Primeiro dia após o “pé na jaca”, por isso tenho um cuidado maior com a saúde. A ordem é um filé grelhado (frango, carne ou peixe – sempre revezando e alternando temperos: gengibre, alecrim, pimenta, orégano), um prato com legumes e salada. Gosto muito das dicas de três sites:

www.tastemade.com.brwww.cybercook.com.brwww.tudogostoso.com.br

Na semana passada tivemos batata gratinada com molho branco, frango grelhado e salada de folhas com muçarela de búfala. Hoje vou fazer espetinho de abobrinha, batata, cenoura e tomate, filé mignon grelhado e salada de folhas com tomatinho cereja e queijo parmesão. Percebeu? Uma proteína, carboidratos e laticínios. Tudo muito leve.

Terça-feira

Lanche mais incrementado. Eu desfio um peito de frango ou abro latas de atum e faço minhas misturas com cenoura ralada, maionese, tomate e queijo. Uso bastante o Rap10, tapioca e pãozinho integral.

 

Quarta-feira

Faço um prato único. Algo que sustente, mas que seja prático para a gente.

Semana passada eu fiz abobrinha recheada com carne moída. Essa semana vou fazer frango xadrez ou o frango cítrico (https://www.tastemade.com.br/videos/frango-assado-com-molho-citrico). Tem o fabuloso escondidinho, o fricassê de frango, torta rápida (http://www.mulhertempo.com.br/2017/02/14), peixe assado (http://www.mulhertempo.com.br/2016/11/23/270) entre outros. A ideia é usar o forno ou somente uma panela. E, claro, a salada.

Quinta-feira

De volta para o lanche, afinal precisamos de um dia de folga! Como fiz um prato muito legal um dia antes, eu me dou o direito de comprar tudo pronto. Pãozinho e frios, mas sempre com salada. Deixo ralada uma cenoura, folhas de alface, rodelinhas de pepino, tomates fatiados e ovos cozidos para que seja o mais saudável possível.

Sexta-feira

Não faço nada. Lazy day!

Explico: Toda sexta vem a minha santa faxineira. Como quero manter minha casa limpa por mais tempo, eu proíbo qualquer iniciativa de mexer com panelas.

Tudo planejado, faça a lista e rumo às compras. Atenção: o planejamento do que fazer na semana ocorre no final de semana e, de preferência, as compras devem ocorrer no domingo. No máximo, segunda antes do almoço.

Com tudo organizado, você não vai ter que ficar pensando no que fazer. Agora se você tiver uma ideia melhor, não deixe de postar e podemos rever a minha fórmula! Ah, também gostaria de receber mais ideias de receitas de legumes. Se tiver uma campeã, posta aqui para mim. Vamos trocar ideias!

Denise Capece para Mulher Tempo

 

Jantar MEGA prático – Truite en Papillote

Truite en Papillote significa Truta assada em Papel Alumínio. Falo muito francês!

Certa vez eu estava à toa em uma livraria. Queria ler algo diferente, mas fui sem ideia tomar meu sagrado cafezinho, lembrando das maravilhosas visitas feitas à Livraria da Travessa, no Rio.

Vi um livro que me chamou a atenção. Ele estava junto com os livros de gastronomia, mas era um romance. Achei a mistura muito simpática. A capa já tinha me conquistado, críticas ótimas e a orelha muito bem escrita. Comprei.

Tratava-se da história de uma jornalista americana, Elizabeth Bard e um homem de negócios francês e bonitão, Gwendal. Evidentemente eles têm uma relação excelente, mas a história se passa nas cozinhas, receitas e lugares de Nova Iorque e Paris. Um trecho muito legal fala sobre quando eles inverteram suas culturas. Ela adotou o jeito francês de ser, um tanto resignada, ao passo em que ele se “americanizou” e começou a querer mudar tudo.  Além disso, o livro dá ótimas ideias de cardápios franceses, assim como preparar de forma nativa, alguns pratos. As receitas vêm completas e dá para nós, mortais, fazermos.

Sem mais delongas, vamos à receita prática, digo, MEGA prática com glamour!

 

Truite en Papillote

– Quatro trutas inteiras, sem vísceras e lavadas

– Sal

– 360 g de tomates cereja cortados ao meio

–  Azeite extra virgem de boa qualidade

– Alho poró em fatias bem finas

– Cebolinha

– Pimenta moída na hora (opcional)

– Papel alumínio (dois pedaços por peixe)

Preparando essa délice:

  1. Pré-aqueça o forno em 200° por 10 minutos;
  2. Disponha o peixe em um pedaço de papel alumínio uns 10 cm maior que ele para poder dobrar;
  3. Coloque o sal, a pimenta, o alho poró, a cebolinha e um fio de azeite sobre o peixe;
  4. Em todo o entorno ou por cima dele coloque as metades dos tomates;
  5. Coloque outro papel alumínio por cima e feche bem todas as laterais, como se estivesse fazendo uma trouxinha;
  6. Arrume os quatro peixes já nas trouxinhas em um refratário;
  7. Por fim, leve ao forno. Ele estará bom em 25 a 30 minutos. Na dúvida, abra um papelote e veja se a carne está bem branquinha e soltinha. Se estiver, pode tirar;
  8. Você pode servir no próprio papillote ou retirar e arrumar em pratos. Fica super bonito se colocar umas fatias de limão siciliano para decorar.

 

Costumo servir esse prato com purê de mandioquinha e salada de folhas.

É ou não um jantar mega prático que nem suja o refratário?

Outra dica, estando no Rio não deixe de visitar uma das lojas da Livraria da Travessa. Você vai amar.

www.travessa.com.br

 

 

 

Denise Capece para Mulher Tempo

Almoço do Domingo. O que fazer?

Arrase com a Mulher Tempo

Almoço do domingo tem que ter requinte. A Mulher Tempo precisa se superar, afinal mulher que é mulher: surpreende!

Como boa frequentadora de praias não consigo resistir aos frutos do mar. Houve uma época em que decidi não que não comeria mais carne (já mudei ideia, ok?), aí minha mãe avisou: “Se a bonequinha resolveu não comer mais carne, trate de fazer o seu almoço” (isso foi irônico, não foi delicado)

Tinha uma aldeia de pescadores distante dois quilômetros da minha casa, peguei minha bike e falei com a fonte. Como faço para o polvo não virar chiclete de pneu?

Arroz de Polvo

– Um quilo de polvo com os tentáculos (por favor!). Se estiver congelado, deixe fora do freezer por duas horas

– Uma cebola sem casca inteira

– Sal

– Gotinhas de limão

– Azeite extra virgem

– Três colheres de chá de alho picado

– Seis xícaras de café de arroz branco lavado

– ½ cebola picada

Preparando “O” almoço do domingo

  1. Lave o polvo, mas não tire toda a película rosa que fica em volta;
  2. Coloque na panela de pressão o polvo, a cebola inteira, uma pitada de sal, o alho (duas colheres de chá) e cubra com água. Só cubra, não afogue o bicho;
  3. Depois que começar a fazer o barulho da pressão marque 10 minutos no relógio. Importante: 10 é diferente de 12. Só 10, ok?
  4. Desligue o fogo, não mexa na panela por uns minutos e depois retire toda a pressão;
  5. Abra a tampa e não escorra a água, apenas tire todo o polvo e corte em pedaços;
  6. Junte ao povo umas gotinhas de limão e o fio de azeite. Prove para ver se precisa de mais tempero. Reserve;
  7. Em uma panela tipo wok grande coloque mais azeite, a cebola picada e o restante do alho picado. Quando a cebola estiver transparente acrescente o arroz. Coloque uma pitada de sal e mexa para absorver bem o tempero;
  8. Coloque uma concha do caldo do polvo reservado na wok e mexa bem. Quando secar coloque o resto da água do polvo. Atenção para não colocar muita água. Se você estiver sem noção, coloque aos poucos. Normalmente basta cobrir o arroz. Ele terá que ficar mais molinho do que o normal;
  9. Prove para ver se precisa de mais sal ou água. Se estiver tudo bem e estará, desligue o fogo e coloque cheiro verde picadinho por cima. Sirva em seguida.

A salada verde nunca é demais, eu gosto muito e combina. Domingo é dia inspirador, se não quiser tomar um vinho branco bem refrescante, você pode tomar suco de uva verde porque vai combinar muito. Não esqueça dos talheres de peixe, da taça de cristal e o dobro de água. Se for possível, que tal colocar a mesa no jardim? Eu fiz isso e meus filhos amaram!

Todas as minhas receitas servem – muito bem – quatro pessoas.

 

Escrito por Denise Capece para Mulher Tempo

 

Jantar Prático da Mulher Tempo – Torta Rápida

Para o jantar ser prático ele precisa ser rápido

ou vice-versa

A mulher não tem tempo para ficar fazendo muitos pratos, por isso temos que aprender a juntar tudo que é saudável em um só. Quer ver?

Mãos à obra, mulher!

Torta Rápida de atum

Massa

– Uma xícara de farinha de trigo ou farinha de arroz

– Uma xícara de leite

– ¾ de xícara de óleo

– Três ovos

– ½ cenoura ralada – vai dar uma cor linda na massa!

– ½ xícara de queijo parmesão ralado

– Uma colher de chá de sal

– Uma colher de sopa de fermento

Recheio

– Uma abobrinha picada em cubinhos cozida com alho, ervas finas e sal

– Um brócolis ninja cozido com alho e sal

– Dois tomates picados

– ½ cebola ralada bem fininha (crua mesmo)

– ½ queijo minas picado

– Duas latas de atum sólido sem óleo e esmagadinho com os dedos

Preparando esta delícia:

  1. Preaqueça o forno em 200° por 10 minutos. Depois baixe a temperatura para 180°;
  2. Com exceção do fermento, coloque todos os ingredientes da massa no liquidificador e bata até ficarem homogêneos. Reserve dentro do liquidificador;
  3. Em uma tigela misture todos os ingredientes do recheio. Tenha o cuidado de não deixar água do cozimento da abobrinha ou do brócolis;
  4. Coloque o fermento na massa do liquidificador e pulse três vezes para misturar na massa delicadamente;
  5. Em um refratário de 30 cm x 20 cm aproximadamente, coloque a massa que está no liquidificador, deixando um pouco para cobrir o recheio;
  6. Em seguida despeje o recheio e finalize com o restante da massa.
  7. Leve para o forno. Demora em torno de 30 minutos. Pode fazer o teste do palitinho que furando a torta tem que sair limpo!

Reparou que nessa receita tem proteínas, legumes e carboidrato? Você pode variar sempre. Na massa coloco cenoura, mas pode colocar beterraba ou espinafre.

Faço todas as segundas porque é o dia que tenho menos tempo e mais preguiça.

Sirva com uma salada de folhas variadas e tomatinho cereja. Ah, compre a Glassa de Balsâmico e tempere a sua salada.  Fica uma delícia!

Escrito por Denise Capece para Mulher Tempo

 

Jantar Rápido da Mulher Tempo

Se sua assistente não fica até tarde, mãos à obra, mulher!

Jantar_MulherTempo

 

Mesmo quem tem uma assistente que cozinhe, é bem difícil conseguir alguém que fique até a hora do jantar. Por esse motivo e também porque o jantar precisa ser mais leve, que sempre penso em pratos práticos, saudáveis e gostosos.

Acho que o peixe combina muito bem com a noite. Fácil digestão e pouca louça!!!

O prato que sugiro pode ser feito com linguado, namorado, badejo, cherne, etc. O importante é que ele seja marinho, com pouca espinha e carnudo. Não moro perto da praia por isso uso o congelado mesmo, neste caso JAMAIS tempere com limão antes de assar porque ele fica seco. Basta o sal.

 

Linguado com abobrinha

Serve quatro pessoas que comem bem

Você vai precisar de:

– Dois quilos de peixe em duas partes;

– Duas abobrinhas italianas em rodelas finas;

– 200 g catupiry light;

– Um talo de alho-poró em rodelas finas;

– Sal, alho, limão, gengibre, pimenta;

– Um pedaço de papel alumínio.

Preparando esta delícia:

Lave o peixe, tempere com sal e deixe na geladeira enquanto prepara o restante.

Refogue rapidinho a abobrinha com manteiga, sal e gengibre. Reserve.

Em um pirex faça um berço com as abobrinhas. Em seguida faça uma camada de catupiry e por fim coloque os peixes. Sobre eles esprema meio limão, um pouco de pimenta e abuse do alho-poró. Coloque sobre o peixe cubinhos de manteiga. Cubra com papel alumínio e coloque em forno preaquecido por 30 minutos a 200° C. Depois disso tire o papel alumínio e deixe mais 15 minutos. Verifique se quando abre a carne do peixe com um garfo se está bem branquinho. Se estiver, ele está pronto.

Para o peixe ficar maravilhoso não pode deixar secar todo o líquido e nem pode estar rosadinho.

Esse é um prato único que não suja nada e ainda fica com um visual lindo. Para acompanhar basta uma salada de legumes e folhas.

Publicado por Denise Capece para Mulher Tempo.

 

 

 

 

Empregada doméstica da Mulher Tempo

O título foi “fake”.  A Mulher Tempo não tem empregada doméstica porque consegue dar conta de tudo sozinha.

empregadamulhertempoMentira. Ela até consegue dar conta, mas não quer. Não existe mulher no mundo que goste ou que tenha prazer em fazer o serviço doméstico di-a-ri-a-men-te. Isso é enlouquecedor porque são várias jornadas: mulher, mãe, cozinheira, etc, etc, etc. Sem direito ao FGTS e repouso salarial remunerado!

O que mais ouvi de outras mulheres quando estava montando o curso para Assistentes do Lar foi que a empregada é uma pessoa fundamental, porééééém a lista de queixas sobre as atitudes dessas profissionais é gigante. Na investigação que fiz o maior problema é a invasão da privacidade. A dona da casa acaba tendo que compartilhar seus problemas pessoais por mais discreta que ela seja. O segundo diz respeito às faltas, atrasos ou hora da saída (não cumprir as oito horas, por exemplo) e por fim a inconstância da qualidade do serviço prestado. Disse uma entrevistada: “nem sempre está bem feito, me irrita ter que falar como se faz o mesmo serviço sempre”!

Em 11/12/1972 o presidente Emilio G.Médici sancionou a lei 5.859 que regularizava a situação dos empregados domésticos. Houve muita discussão até chegarmos a última sanção em junho de 2015, quando entrou em vigor a Lei Complementar nº 150 do governo de Dilma Rousseff.

Por que este é um assunto tão polêmico? Por que os empregados domésticos tiveram direitos excluídos frente aos outros profissionais na Constituição de 88? Tenho vergonha de admitir, mas acho que nossa sociedade ainda é escravocrata e segregacionista. Será que o simples fato da pessoa não ter tido acesso/vontade/oportunidade de estudar a faz inferior a outra? Diferente de outro empregado?

Por outro lado, temos também os profissionais que fazem com que a profissão seja desvalorizada. São comportamentos inadequados, completamente impróprios onde o fato do serviço ser prestado dentro da residência é mais um agravante.  As perguntas que faço são:

–  A empregadora sabe dar treinamento para sua empregada e entende que isso é um processo contínuo?

– A empregada está disposta a ser treinada de forma contínua para fazer suas tarefas de acordo com o que sua empregadora precisa que seja feito?

Eu defendo direitos  e deveres iguais.

Fim da odisseia no supermercado

Uma descoberta fantástica da Mulher Tempo: O fim do movimento insano das compras no supermercado.

Da gôndola para o Carrinho – Do carrinho para a esteira – Da esteira para as sacolas – Das sacolas para o carrinho – Do carrinho para o carro – Do carro para casa – Da casa para os armários.

Bags_MulherTempo

Muitas coisas podem ser feitas para facilitar a vida da mulher.  Quando digo facilitar não é só a execução em si, mas o tempo que se perde com aquilo. Por isso, a Mulher Tempo tem se dedicado a descobrir dicas, produtos, técnicas para seu tempo ser aproveitado de melhor forma.

Há muito tempo vi um seriado americano em que a mulher fazia compras com umas sacolas bastante interessantes. Elas se adaptavam ao carrinho de compras e ao carro. Fiquei imaginando que isso só poderia ser um sonho e que chegaria ao Brasil 20 anos depois. Desencanei e retornei a minha rotina insana.

Trabalho diariamente criando meus textos. Quando me falta inspiração eu busco leituras em sites, revistas, livros, mas acima de tudo navego muito. A tecnologia é uma das minhas melhores amigas. Então, um belo dia de inverno tomando um delicioso cafezinho decidi procurar a tal sacola que vai do carrinho para o carro: ACHEI.

Elas são feitas com uma espécie de lona e são modulares. Você decide quantas quer levar. Elas também são deliciosamente lindas e grandes o suficiente para caberem as compras de mês. As bags são dobráveis e se encaixam perfeitamente no seu porta-malas. Tudo separadinho! Muito prático e sem escalas. Direto para o armário.

Amo minhas “Pratice Bags” e acho que você deveria tentar também. Eu achei no Mercado Livre.

Aliás, por falar em amor gostaria que vocês dessem uma olhada no link abaixo. É um curta de 10 minutos que fala sobre a emoção de um carrinho de compras. É um filme bem doido, mas tem uma abordagem interessante e original. É do Jesse Rosten e se chama “Cart – The Film”.

www.youtube.com/watch?v=ZhPcQYpyhpc

 

 

Geladeira limpa pela Mulher Tempo

Todo mundo concorda que para mandar fazer tem que saber. Tenho mais um argumento para aprender a fazer, a escassez da mão de obra doméstica.  Com a chegada do FGTS e a crise muitas mulheres tiveram que demitir suas assistentes e passaram a fazer alguns serviços. Mãos a obra: a Mulher Tempo vai limpar a geladeira. A parte mais gostosa da casa!

  1. A limpeza tem que ser feita antes das compras;
  2. Jogue fora alimentos vencidos;
  3. Retire as partes removíveis da geladeira;
  4. Dissolva duas colheres de sopa de bicarbonato de sódio em um litro de água.
  5. Com um pano embebido nesta solução limpe as paredes, as prateleiras e o chão.
  6. Enxague com um pano umedecido em água limpa e seque com papel toalha;
  7. As partes removíveis somente podem ser lavadas com água e detergente neutro depois que estiverem em temperatura ambiente;
  8. Não lave nenhuma peça de plástico na máquina de lavar louça;
  9. Termine a limpeza interna deixando uma caixinha aberta de bicarbonato de sódio. Ele absorve odores, assim como previne o seu surgimento;
  10. Diariamente limpe a parte externa da sua geladeira com um pano umedecido na água com detergente neutro. Seque com papel toalha;
  11. Uma vez por semana passe o lustra-móvel.
  12. Todas as dicas acima podem ser aplicadas ao freezer.

Como você viu, não precisa usar milhares de produtos de limpeza. A Mulher Tempo é prática e eficiente. Afinal, tem muitas coisas boas no dia que só estão te esperando.

Denise Capece para Mulher Tempo

 

Pressão da panela de pressão

Pressão_MulherTempoTenho medo de panela de pressão. Acho que em qualquer momento, depois  que aquela válvula começa a virar sorrateiramente vai voar comida por toda a minha cozinha e se eu estiver perto, vou junto. Nunca vi uma panela explodir, mas sinto um relacionamento tenso.

Uma vez recebi a visita do simpático grupo: Ciência em Show. Ele é formado por três rapazes com formação em física. Basicamente eles popularizam o uso da ciência com demonstrações práticas acerca de vários itens que são comercializados. Um dos físicos, o Gerson, me falou sobre a incrível experiência que fizeram sobre a panela de pressão. A verdade é que este objeto é física pura. A outra verdade é que ninguémmanual.

A primeira panela de pressão foi inventada em 1910. De lá para cá foram feitas muitas alterações no produto, mas o princípio é o mesmo, ou seja, o vapor produzido pela pressão cozinha o alimento. E por que explode?

Muitos fatores podem levar a uma explosão, mas o principal é o entupimento da válvula causado pela manutenção mal feita. A seguir listo as melhores formas de uso seguro:

– Só compre panelas com o selo do INMETRO;

– Não coloque menos de 250 ml de líquido;

– Não ocupe mais do que 2/3 da capacidade da panela

– Lave bem todos os componentes: a borracha que veda a tampa, a válvula, o pino de segurança e a panela em si. Todos os furos têm que estar limpos!

– Troque a borracha da sua panela uma vez por ano;

– Observe se a válvula de pressão está girando, pois esta é a única forma de liberar a pressão interna;

– Se o pino de segurança levantou é sinal que deu tudo errado! Por isso você tem que levar sua panela na oficina e consertar. JAMAIS dê um jeitinho no pino de segurança. JAMAIS coloque um preguinho no lugar, sua panela VAI explodir;

Não saia da cozinha enquanto a panela estiver no fogo;

Controle o horário da sua panela quando a pressão começar a sair;

– Quando desligar o fogo deixe a panela por alguns minutos sem mexer, esgote a pressão da válvula e jogue água fria. Somente depois disso abra a tampa sem fazer qualquer esforço. Se ela não abrir facilmente é porque ainda tem pressão. Esgote mais.

Curiosidades!

  1. Algumas pessoas, eu me incluía nesse time, ficam na dúvida sobre quando devem começar a contar o tempo de cozimento. Fim do mistério: Conte depois que a panela começar a fazer barulho.
  2. Pelo fato do alimento ficar menos tempo na panela, os nutrientes são mais conservados do que usando uma panela convencional. Consequência: sua comida fica muito mais saudável.
  3. Além da economia gerada pelo menor tempo no fogão, assim que a panela pegar pressão, você pode baixar o fogo. A temperatura fica estável.
  4. Cuidado: A força da explosão pressão é igual a 500 kg. Vítimas chegam a ter queimaduras de segundo

E aí você acha que consegue encarar este utilíssimo objeto sem receio? Nada como conseguir um pouco mais de tempo, em meio a tanta velocidade a que a Mulher Tempo é submetida.

 

Denise Capece para Mulher Tempo

 

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén

Gostou do Blog? Compartilhe!